Quer um apartamento em Manhattan? Guarde R$ 3,9 milhões

São Paulo - Se o seu sonho é ter um apartamento em Manhattan, coração deNova York, prepare-se para desembolsar uma quantia vultosa de dinheiro.

A mediana do preço de venda de um apartamento na ilha atingiu US$ 999.000 (o equivalente a R$ 3,95 milhões) no 3º trimestre, de acordo com o Corcoran e outros grupos imobiliários, diz o New York Times.

E isso porque estamos falando da mediana, que suaviza os extremos. O preço médio é bem maior: US$ 1,7 milhão (ou R$ 6,7 milhões).

O número de vendas cresceu 10% e o preço do metro quadrado subiu 18% em relação ao mesmo período do ano passado.

E não basta ter dinheiro, é preciso correr: o número de dias que um apartamento fica disponível no mercado caiu 20% para um recorde negativo de apenas 73 dias.

As três maiores vendas do trimestre foram de US$ 37,9 milhões (uma nova cobertura no Upper East Side), US$ 30 milhões (um apartamento coletivo na Quinta Avenida) e US$ 22 milhões (na fronteira do Central Park).

O aumento é resultado de pouca oferta com muita demanda, inclusive de estrangeiros, em um cenário de juros baixos e força econômica da cidade e dos Estados Unidos.

Apartamentos em Manhattan são considerados um ativo muito seguro, e é por isso que a situação ruim na China pode inclusive acelerar e não esfriar este processo. 

Em Londres, onde o estoque de casas vale o mesmo que o PIB do Brasil, as altas nos preços em determinadas regiões da cidade estão diretamente relacionadas com turbulências políticas em outros países, de acordo com um estudo recente.